Por Simmons Em Simmons Sleep & Care Atualizada em 26 SET 2019 - 10H54

Inclua uma boa noite de sono na sua dieta

A relação entre obesidade e qualidade do sono é uma via de mão dupla. Dormir pouco favorece o aumento de peso, e o sobrepeso influi para que se durma mal.

Mais da metade dos brasileiros está acima do peso. E cerca de 60% dormem entre quatro e seis horas por dia - menos do que o recomendado.

Pode não ser uma coincidência. Segundo várias pesquisas, a relação entre obesidade e qualidade do sono é uma via de mão dupla. Por exemplo, dormir pouco favorece o aumento de peso. Por outro, o sobrepeso influi para que se durma mal.

Pouco sono leva ao sobrepeso

“Existe uma questão hormonal”, afirma o fisioterapeuta Fabiano Alves de Carvalho. “Quando você dorme pouco, o corpo libera menos lectina, que promove a sensação de saciedade, e gh, que ajuda na manutenção da massa magra. Ao mesmo tempo, o nível de grelina, também conhecida como o hormônio da fome, cresce, aumentando o apetite”.

Resultado: você come mais, o que aumenta as chances de ganhar peso.

Sobrepeso prejudica o sono

Pessoas com sobrepeso, como explica Carvalho, têm maior dificuldade de movimentação, inclusive durante a noite. “Por menor que seja o movimento, ao deslocar-se de um lado da cama para outro, por exemplo, há gasto de energia. Esse esforço, se acima do comum, prejudica a qualidade do sono”.

Outro fator, ligado à obesidade, é o acúmulo de tecido adiposo no pescoço. Essa massa extra, somada à posição de dormir, pressiona as vias respiratórias, causando o estreitamento da faringe ou mesmo seu fechamento. Como consequência, temos o ronco e a apneia, dois vilões de uma noite bem dormida.

Algumas dicas

A relação entre sobrepeso e qualidade do sono não tem só seu lado ruim, claro! Afinal, ao investir em uma boa noite de descanso, isso te ajudará a perder peso e a ganhar saúde.

A seguir, separamos algumas dicas para dar início a esse círculo virtuoso:

• Durma entre sete e nove horas por dia. Esse é o número ideal para a maioria das pessoas.

• Prefira refeições leves à noite. Evite alimentos gordurosos – carne vermelha, por exemplo, é de difícil digestão.

• Faça a sua última refeição entre duas e três horas antes de dormir.

• Pratique atividades físicas regularmente, elas liberam hormônios que auxiliam na regulação do sono. Mas evite praticar antes de dormir.

• Tente dormir de lado. É a melhor posição para a sua coluna.

• O ambiente é fundamental. Ele precisa ser fresco, escuro e silencioso.

• E, finalmente, invista em um bom colchão!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Simmons, em Simmons Sleep & Care

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.